.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

A história de uma Garupa #4

Olá galerinhaaa....

Tudo bem com vocês?! Espero que sim! *-*

Então, passeando com meu amor,  durante esse pouco tempo com a CBR 250 aprendi algumas coisinhas e algumas delas vou está contando a vocês. Realmente viver sobre duas rodas é fantástico e emocionante a cada andada com ela é um aprendizado.
Bem andando uma vez com o mozão, estava com o pé na pedaleira(onde apoia o pé da garupa) totalmente aberto, pode isso?! Não pode, rs. Mas é o que a maioria dos(as) garupas fazem, sem perceber ou até mesmo percebendo porque é mais confortável, porem é errado. Aprendi pois um dia andando com o Mozão estávamos passando pelo corredor dos carros e meu pé bateu no carro(pois o senhor dono do carro achava que era uma moto para está no meio da rua e não na sua faixa correta, mas enfim) não foi por culpa do Pedro,pois ele estava passando devagar, mas eu estava com o pé posicionado de uma forma irregular, onde aconteceu isso, que poderia ser bem pior se ele estivesse rápido, então nós garupas devemos andar com o pé em seguimento fechado, pois creio eu ser mais seguro, essa é a dica de hoje pessoal, espero que tenham gostado.

Comentem, compartilhem \o/



Obs: Lembrando que toda dica que dou é o que vivi ou vivo, não é nada profissional, kkk.

Então é isso galera, Beijooos :*